Lara, eu sou inocente!!!

Lara, eu sou inocente!!!

E estreou uma nova novela na Globo no horário das oito (ou nove)…

“A favorita”! O autor estabeleceu que a boazinha é má e que a má é boazinha, quase um anjo de bondade. Nessa nova novela, a má que se fingia de boazinha vai cometer as piores atrocidades para que o público passe a torcer pela má que agora é boazinha.

Isso é chato, pois força a atriz gracinha Patrícia Pillar Gomes a incorporar em um mesmo personagem Hannibal Lecter, o Coringa de Heath Ledger e Castor Troy, o vilão do filme “A outra face”, interpretado por Nicolas Cage e John Travolta (se você não viu esse filme de John Woo, não sabe o que está perdendo…).

Por outro lado, Cláudia Raia Celulari é obrigada a bancar a coitadinha, apesar de parecer o Garibaldo, inesquecível personagem da Vila Sésamo. É engraçado ver a Donatela fugindo para lá e para cá usando os disfarces mais furrecas da tevê brasileira. O golpe de mestre vem agora: o autor mandou prender a Donatela e a coitada foi parar em um presídio no estilo daqueles sexploitations dos anos 70, tipo “Presídio das mulheres violentadas”. A coitada vai comer o pão que a Flora amassou. É a volta do Tonhão da TV Pirata. Só vai ficar faltando o Zeca Bordoada e o Barbosa.

Infelizmente a novela do João Carneiro virou um programa trash… talvez ele queira concorrer com “Os mutantes”, aquela maravilha da Record…